sexta-feira, 23 de dezembro de 2016

O AMANHÃ Do Dia Seguinte...



De um amanhã outro virá...
Como esperança adiante
De um instante constante
A se pronunciar,
Ao comando isento do tempo
No que se traz o algo
Ao suprir por ter
No adormecer do ontem
Um passado tardio por não mais fluir...! Sempre haverá um amanhã que de outro virá... No que ainda advirá para recomeçar Em cortes diversos livres a se alinhar No que se tem por vir A de se advir Um amanhã profuso
De alegria em cor
Ao cântico do amor
Enlevo a dançar
! ...Já é amanhã... !
Já é hora de mais um dia se anunciar.

Manollo Ferreira

Postar um comentário